Prólogo





Essa é a história de uma menina que, desde muito novinha, botou na cabeça que queria ser atriz. Ela fazia teatro na escola, teatro pra família, repetia as cenas das novelas e cantarolava em qualquer lugar e a qualquer momento. Ela atormentou durante anos a família e amigos com suas ideias malucas de que, um dia,seria uma grande atriz! Rodaria o Brasil, e porque não o mundo, com suas peças de teatro! Faria novelas e mais novelas! Seria uma vilã odiada! Uma mocinha amada! E levaria muita gente pra comer pipoca a assistindo no cinema. Essa menina cresceu. Estudou. Botou sua mochila nas costas e largou o seu Belo Horizonte pra morar morar pertinho do Cristo Redentor. Deixou a mãe chorando na porta do prédio e lhe garantiu que tudo daria certo!

Hoje aquela menina sonhadora  ta por aí em turnê com sua peça, que é sucesso de bilheteria no Brasil inteiro.  Já fez vilãs e mocinhas na televisão. Ganhou o amor e o ódio do público. Ganhou prêmios e mais prêmios pela sua atuação em uma minissérie. E arrancou gargalhadas que quase fizeram  a senhora da fileira  15B engasgar com sua pipoca no cinema.  Participa de programas, faz capas de revistas e tem até uma linha de esmaltes com o nome dela.  Comprou seu primeiro apartamento aos 26 anos.

História legal, né?  Mas esse não é a MINHA HISTÓRIA! Porque na minha história, nada saiu como planejado. Eu não rodei o Brasil, nem estourei na televisão. No cinema, eu continuo do lado do espectador que come a pipoca.  Não tem programa, nem revista,  nem esmalte. Muito menos apartamento. Aliás, apartamento é de fato a coisa que eu mais tive por lá. Foram  NOVE. Alugados! Divididos!

Uma vez ouvi uma frase que dizia mais ou menos assim: Quando tudo dá errado, acontecem coisas tão maravilhosas que jamais aconteceriam se tudo tivesse dado certo. E aconteceu. Aconteceu o teatro no subúrbio carioca. Aconteceu as companheiras de apartamento. Aconteceu briga. Aconteceu amizade. Aconteceu aprendizado. Muito aprendizado. Aconteceu furada, perrengue e sufoco. Mas também aconteceu praia, alegria, descoberta, realização e ainda de quebra, aconteceu uma linda história de amor.

Essa sim é a minha história! Da qual eu me orgulho tanto! Viu, mãe? Não me saí tão mal assim!
Então fica combinado: 9 apartamentos, nove capítulos.  Cada capítulo uma dose de sonho, amor e aventura! Ainda não chegamos ao final, mas por enquanto é isso que eu tenho pra te contar...




Um projeto, uma loucura, um sonho, uma intensidade.
Quem sabe....
Espero muito que tenham gostado.

Beijos e beijos com amor,

Carol



Nenhum comentário:

Postar um comentário